segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Cresci...

Cresci vendo todos os anos armar um grande Presépio cheio de figurinhas, que eu e os meus irmãos desembrulhava-mos cuidadosamente e colocávamos em cima da mesa da casa de jantar, para depois serem colocadas no seu lugar, sobre o musgo onde morariam ate ao dia de Reis.
Cresci a abrir em cada dia as portas dos calendários do Advento para espreitar as imagens que escondiam, ate ao dia de Natal...
Cresci com o cheiro do pinheiro, a casa enfeitada, a carta ao Menino jesus...
E porque tive a sorte de ter tudo isto, nesta época a minha casa parece a casa do Pai Natal,
o Presépio imenso, a árvore decorada, os calendários, os anjinhos, os Pais Natal, as velas, os bonecos de neve...
Tudo enfim que me traga um pouco do cheiro dos Natais da minha infância!
Onde estiveres, obrigada Mãe por mais este legado!

2 comentários:

  1. Lindo mesmo!Não sei o nome que tinha a sua mãe...mas deixo aqui um agradecimento especial para essa GRANDE SENHORA... por nós ter deixado esta mulher fantastica...A Rosário...que hoje faz parte das nossas vidas!!! Pelo ensinamento e carinho que nos transmite!!!Um beijo bem fofinho e apertado!OBRIGADA
    Cris, Hugo e Maria Madalena

    ResponderEliminar
  2. Comovente este texto!
    É sempre bom relembrar a infância e os valores que nos transmitiram os nossos pais, os seus foram muito bem adquiridos pois é uma senhora fantástica!
    Estes URSITOS tem muita sorte em te-la como educadora e aprender muitos valores que lhe foram transmitidos!
    Um beijo á sua mãe esteja ela onde estiver e um enorme para si.......
    Aida Cadime

    ResponderEliminar