sexta-feira, 23 de julho de 2010

Aventuras dos ursitos, reunião de pais


Aqui fica a partilha da apresentação em power point, que fiz para a última reunião de pais e que resume um pouco das actividades anuais. As imagens têm movimento e os meus "Ursitos" adoram ver-se e rever-se.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Fernando Pessoa



Este ano, em Novembro, terão passado 75 anos sobre a morte de Fernando Pessoa.
Aqui fica um pouco da sua sabedoria...

A felicidade exige valentia.
'Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes mas, não
esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo, e posso evitar que ela
vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos
problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...'
Fernando Pessoa

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Final de ano lectivo..."O Ganso Gastão"


Pois é amigos, o tempo para escrever aqui não tem sido muito...
Feita a reunião de pais, a festa de final de ano lectivo e a reunião de avaliação, já só me falta começar a gravar os CD e os DVD com as apresentações e as fotos do ano para os pais...
É quase uma maratona, mas tudo feito com muita dedicação, empenho e prazer.

Uma das actividades mais gratificantes é ver a peça de teatro que resulta, de uns quantos ensaios, com um grupo de pais fantásticos (ensaios das 21h às 24h) que a isso se disponibiliza.
Este ano encontrei um livro da Caminho e foi a partir dele que construimos a peça e a canção apresentada.
Aqui partilho o livro e algumas fotos dos pais em cena.

"Já quiseste ser diferente? O Ganso Gastão quer ser diferente: charla como um tucano, nada como uma foca e salta como um canguru.
Comparando-se com todos os animais conhecidos, o ganso lamenta as suas incapacidades, que enumera ao longo do livro. Contudo, uma vez perseguido pelo leão, não só o ganso descobre que consegue fazer muito mais do que imaginava, como até fica feliz por ser parecido com os restantes elementos da sua família… "