sábado, 30 de janeiro de 2010

Dia da Não violência

O dia 30 de Janeiro foi proclamado pela ONU como o dia da não violência em homenagem a Mohandas K. Gandhi cujo assassinato ocorreu nessa data, em1948. Trata-se de uma
iniciativa voltada à educação para a paz, a solidariedade e o respeito pelos direitos humanos.

Gandhi, também chamado Mahatma (que significa "grande alma", "alma iluminada"), nasceu na Índia, em 1869. É considerado um dos principais expoentes do pacifismo e da luta pelo respeito e realização dos direitos humanos e da justiça.

" Você deve ser a própria mudança que deseja ver no mundo"
video

Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras.
Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes.
Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos.
Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores.
Mantenha seus valores positivos, porque seus valores ...
Tornam-se seu destino."

Gandhi

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

O Chá (poesia)

Porque aqui em casa estamos todos a chá e torradas, à conta de uma virose que anda por aí, lembrei-me de partilhar uma poesia que escrevi há tempos, a pedido de uma colega educadora que estava a trabalhar o tema com as crianças.

São servidos?

sábado, 23 de janeiro de 2010

Educar,Rubens Alves

Ruben Alves é um psicanalista, educador, teólogo e escritor brasileiro, é autor de livros e artigos abordando temas religiosos, educacionais e existenciais, além de uma série de livros infantis.
"A primeira tarefa da educação é ensinar a ver..."
"Ensinar" é descrito por Alves como um acto de alegria, um ofício que deve ser exercido com paixão e arte.Penso que vale a pena ver este vídeo, retirado do youtube,em que ele nos fala do que é educar.
video

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Relação escola/família/comunidade




Fui hoje, mais uma vez, fazer uma apresentação, com o tema "Relação escola-famíla-comunidade", ao Instituto Superior de Educação e Ciência. É sempre com muito gosto que partilho as minhas práticas e saberes, com os alunos do 4º ano, futuros colegas, educadores de infância.É sempre muito bom sentir o interesse destes jovens, partilhar o seu entusiasmo e os seus sonhos. É na partilha que se cresce!

Os educadores devem dar visibilidade à prática pedagógica desenvolvida nos seus locais de trabalho
(Manuela Matos, APEI)

sábado, 16 de janeiro de 2010

Um pensamento



"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor, lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo. " Atribuído a Albert Einstein

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

3.Carolina R.Finalistas

Aqui fica uma das apresentações que fiz para os meus queridos 25 finalistas, uma das minhas princesinhas, a Carolina. Fiz estas apresentações com muito carinho, usando fotos deles com várias idades e que ilustrassem o poema "Apenas brincando". Penso que o resultado final foi muito bonito. As imagens têm movimento no original.

Check out this SlideShare Presentation:

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Apenas brincando


Um texto muito bom para reflexão de todos nós educadores.
No final do ano passado, usei-o para fazer apresentações em powerpoint que ofereci aos meus finalistas, Os coelhinhos. Em breve aqui porei uma.

Apenas brincando

Quando eu estiver a construir um edifício de blocos,por favor não digas que eu "estou apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco sobre equilíbrio e forma. Algum dia eu posso ser um arquitecto.

Quando eu estiver bem vestido, a pôr a mesa, a cuidar do bebé,não tenhas a ideia de que eu "estou apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Algum dia eu posso ser uma mãe ou um pai.

Quando me vires pintado até aos cotovelos, a construir uma moldura, ou a moldar e a dar forma à argila,por favor não me deixes ouvir-te dizer que eu "estou apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Eu estou a expressar-me e a ser criativo.Algum dia eu posso ser um artista ou um inventor.

Quando me vires sentado numa cadeira a "ler" para uma audiência imaginária,por favor não rias e não penses que eu "estou apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Algum dia eu posso ser um professor.

Quando me vires a apanhar insectos ou a guardar as coisas que encontro no bolso,não os deites fora como se eu "estivesse apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Algum dia eu posso ser um cientista.

Quando me vires a fazer um puzzle,por favor, não penses que estou a desperdiçar tempo "brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Estou a aprender a concentrar-me e a resolver problemas.Algum dia eu posso ser um empresário ou um engenheiro.

Quando me a vires cozinhar ou provar comidas,por favor não penses que estou "só a brincar".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Eu estou a aprender sobre os sentidos e as diferenças.Algum dia eu posso ser um "chefe" cozinheiro.

Quando me vires a saltar, pular, correr e mover o meu corpo,por favor não digas que eu "estou apenas brincando".Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.Eu estou a aprender a conhecer melhor o meu corpo.Algum dia eu posso ser um médico, uma enfermeira ou um atleta.

Quando me perguntares o que fiz na escola hoje, e eu responder: "eu brinquei". Por favor não me entendas mal.Já que, entende, eu estou a aprender enquanto brinco.

Eu estou a aprender a apreciar e ser bem sucedido no trabalho.
Eu estou a preparar-me para o amanhã.
Hoje, eu sou uma criança e meu trabalho é brincar.
Anita wadley.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Inverno

Um filme ternurento,neste Inverno frio, onde os desenhos animados nos levam de volta à infãncia. Um dos muitos tesouros do youtube.



video

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Experiência valiosa



Para reflectir...
Hoje um amigo foi a uma entrevista para um emprego e veio de lá um pouco desiludido.
Lembrei-me deste texto que li há tempos:

A redacção que se segue foi escrita por um candidato numa selecção de Pessoal na Volkswagen. A pessoa foi aceite e o seu texto fez furor na Internet, pela sua criatividade e sensibilidade.

«Já fiz cócegas à minha irmã só para que deixasse de chorar, ja me queimei a brincar com uma vela, ja fiz um balão com a pastilha que se me colou na cara toda, ja falei com o espelho, ja fingi ser bruxo.

Já quis ser astronauta, violinista, mago, caçador e trapezista; ja me escondi atras da cortina e deixei esquecidos os pés de fora; ja estive sob o chuveiro até fazer chichi.

Já roubei um beijo, confundi os sentimentos, tomei um caminho errado e ainda sigo caminhando pelo desconhecido.

Já raspei o fundo da panela onde se cozinhou o creme, ja me cortei ao barbear-me muito apressado e chorei ao escutar determinada música no autocarro.

Já tentei esquecer algumas pessoas e descobri que são as mais difíceis de esquecer.
Ja subi às escondidas até ao terraço para agarrar estrelas, ja subi a uma arvore para roubar fruta, ja caí por uma escada.

Já fiz juramentos eternos, escrevi no muro da escola e chorei sozinho na casa de banho por algo que me aconteceu; ja fugi de minha casa para sempre e voltei no instante seguinte.

Já corri para não deixar alguém a chorar, ja fiquei só no meio de mil pessoas sentindo a falta de uma única.

Já vi o pôr-do-sol mudar do rosado ao alaranjado, ja mergulhei na piscina e não quis sair mais, ja tomei whisky até sentir meus lábios dormentes, ja olhei a cidade de cima e nem mesmo assim encontrei o meu lugar.

Já senti medo da escuridão, ja tremi de nervos, ja quase morri de amor e renasci novamente para ver o sorriso de alguém especial, ja acordei no meio da noite e senti medo de me levantar.

Já apostei a correr descalço pela rua, gritei de felicidade, roubei rosas num enorme jardim, ja me apaixonei e pensei que era para sempre, mas era um 'para sempre' pela metade.

Já me deitei na relva até de madrugada e vi o sol substituir a lua; já chorei por ver amigos partir e depois descobri que chegaram outros novos e que a vida é um ir e vir permanente.

Foram tantas as coisas que fiz, tantos os momentos fotografados pela lente da emoção e guardados nesse baú chamado coração...

Agora, um questionario pergunta-me, grita-me desde o papel: ' - Qual é a sua experiência?'

Essa pergunta fez eco no meu cérebro. 'Experiência.... Experiência...' Será que cultivar sorrisos é experiência?

Agora... agradar-me-ia perguntar a quem redigiu o questionario: '-Experiência?! Quem a tem, se a cada momento tudo se renova???'»
(retirado da internet)

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Este ano eu...(poesia)

Este ano eu quero,

sentir o vento,
aos outros estar atento,
às crianças sorrir,
ouvir as ondas do mar,
correr, caminhar,
o silêncio escutar,
o Põr-do-sol não perder.

Projectos traçar,
pensar, sonhar,
metas alcançar,
mas
não desperdiçar o momento,
ganhar novo alento
viver
sentir
e ser feliz!
Rosarinho 01/2010

Mais um filme publicitário muito bom que vale a pena ver.
Capturar o vento...
video